Ponto de situação!





Hoje aconteceu me uma cena na escola que eu fiquei um bocado irritada.
Eu sou uma pessoa muito sensível, ou seja, se alguém perturbar a minha harmonia, eu fico com a lágrima no olho.
Desta vez não dei parte fraca.
Eu estava na aula de educação física e estávamos a fazer andebol e um colega meu passava me várias vezes a bola ( era o único) e depois uma das vezes que me passou a bola, não sei porquê começou a criticar-me por entre os dentes e eu fingi que não ouvi.
Na outra vez que ele me mandou, eu mandei a bola para uma colega minha que não estava a receber muito e apanharam a bola, ele começou a dizer uma coisa deste género:
- Esta gaja, não sabe jogar. É burra...
E depois começou me a chamar jogadora a gozar e eu nesse momento estava com os nervos à flor da  pele, só me apetecia dizer asneiras, mas sabia que não podia, até mordi a mão e disse:
- Ai o superior, o superior!
Não me critiquem ok!
Eu estava sobre stress.
Depois disso, disse à estagiária que estava a dar a aula que estava com dores de cabeça e se podia ir tomar um comprimido e ela disse que sim e só voltei no final da aula.
Tive que sair da aula porque primeiro não me apetecia jogar mais, (ou seja, andar dum lado para o outro) e depois não me apetecia estar ali.
Eu sou não convencida, mas pelo menos sei que sou muito melhor que ele e em relação à minha turma em geral, que não gosto.
Está dito.
Ás vezes digo:
- Será que a minha turma do ano passado era melhor?
Acho que sim, apesar de tudo.
Pelo menos não tinha raiva cada vez que olhava para eles.
Mas não voltava a trás.
 Para sofrer, basta uma vez.
Isso já são conversas antigas.
*Beijinhos fofos*

Mensagens populares