sábado, 31 de março de 2018


alone

Sinto-me sem rumo. Sem saber o que fazer da minha vida.
Num momento estava tudo bem, no outro a seguir tudo mudou. 
O porquê, não percebi.
O mais engraçado é quando as pessoas pensam que nos conhecem.
Nunca ninguém nos conhece a 100%, nem nós mesmos, quanto mais...
É algo que me acontece com bastante frequência. As pessoas pensarem que me conhecem e que sabem o que a minha cara diz, o meu olhar... ou o que seja. Muitas vezes estou apenas a olhar para a pessoa, mas ela que pensa que estou a pensar x coisa, ou a fazer x cara, entre outras coisas.
O que mais magoa é que estas atitudes veem sempre de pessoas que nos são mais próximas. Que nos são mais queridas. Faz com que o choque disto seja maior. Não acham?
Enfim...A vida não é fácil desde que pomos a cabeça neste mundo.
Espero que tenham gostado.
*Beijinhos da Invisível*

domingo, 18 de março de 2018

Maria Clara Mezadre

stars, moon, and night image

Foste para o céu com 18 aninhos.
Eras uma rapariga muito lutadora e sorridente.
Lembro me de estar contigo nas aulas e de irmos ao quadro a matemática. Quando a professora dizia para uma de nós ir ao quadro, eu às vezes dizia para tu ires porque eu não sabia fazer as coisas...
Ou às vezes eu ia porque sabia que eras muito boa aluna e eu tinha que subir a nota.
Lembro me também das tuas notas a português e de ficar com raiva de ti porque não estudavas tanto como eu e tinhas igual ou superior a mim.
Tinhas o teu futuro todo planeado... querias ser feliz.
Sempre foste muito animada.
Quando havia algum funk em alta, lá estava a brasuca, a cantar e a dançar.
Uma coisa que eu também reparava era quando andavas, o teu rabo de cavalo abanava sempre. Não sei porquê mas sempre observei isso em ti.
Um episódio bastante caricato foi a gala do Iscte. Houve uma altura, que fizeste com que toda a gente que estava connosco, me tocasse na mão para sentir que a minha pele era macia. Nunca me achei tão importante. 
Por falar nisto era muito engraçado o facto de achares, a minha pele muito macia... enquanto que tu andavas a pôr o teu creme. Por vezes também o usava porque cheirava sempre muito bem.
A vida foi injusta para contigo. Nem acredito ainda.
Podíamos já não falar assim tanto, mas mesmo assim... não merecias.
Descansa em paz.
Que Deus esteja contigo.
*Beijinhos da Invisível*

Mês de Fevereiro

O mês de Fevereiro é muito especial para mim. Por diversos motivos, no entanto, venho apenas falar de três. Primeiramente, faço ano...